O projeto de Bruno Fernando, jogador da NBA, para ajudar crianças e jovens em Angola

O projeto de Bruno Fernando, jogador da NBA, para ajudar crianças e jovens em Angola
Redação com Lusa

Tópicos

Fundação Bruno Fernando tem a missão, por via do desporto, de promover a integração social de crianças, adolescentes, jovens e respetivas famílias.

O basquetebolista angolano Bruno Fernando, jogador dos Atalanta Hawks, da liga norte-americana de basquetebol (NBA), apresentou esta quinta-feira, em Luanda, o projeto da Fundação com o seu nome, que pretende ajudar crianças e jovens no país africano.

A Fundação Bruno Fernando, apoiada pela NBA e pela associação de jogadores é um projeto que tem a missão, por via do desporto, de promover a integração social de crianças, adolescentes, jovens e respetivas famílias que se encontrem em situação de vulnerabilidade.

A educação, a saúde e a melhoria da qualidade de vida das comunidades mais carenciadas são outras preocupações, sobre as quais, a fundação vai incidir.

O atleta angolano disse que herdou o lado solidário da sua falecida mãe que, em vida, sem se mostrou solidária para os mais carenciados.

"A minha mãe foi sempre muito solidária e sempre procurou ajudar os mais necessitados, sendo assim, herdei o lado solidário. Hoje, pela posição em que me encontro, sinto que posso ajudar as crianças angolanas que vivem em situações lastimáveis e, como consequência, os seus sonhos morrem muito cedo, por isso quero usar a minha plataforma para ajudar as crianças" considerou o jogador dos Atalanta Hawks

Pretende estender o projeto para todo território angolano, promovendo a inclusão social através da educação e da prática desportiva.

Não obstante o apoio financeiro da NBA e associação de jogadores, a Fundação Bruno Fernando procura outros parceiros nacionais e internacionais de modo a ajudar a iniciativa.

Questionado pela agência Lusa sobre o atleta português Neemias Barbosa Queta, de 22 anos, que, na madrugada desta sexta-feira tenta o inédito ingresso à NBA, através do "draft", o atleta angolano recursou tecer qualquer comentário, bem como sobre outros assuntos, como a situação do basquetebol angolano.