Treinadores de Benfica e Sporting não se cumprimentaram depois do dérbi

Treinadores de Benfica e Sporting não se cumprimentaram depois do dérbi
Frederico Bártolo

Tópicos

Carlos Lisboa zangou-se com o facto de Luís Magalhães ter recusado apertar-lhe a mão.

O Benfica superou o Sporting por 85-79 no primeiro dérbi entre ambos no basquetebol após 24 anos e os treinadores Carlos Lisboa e Luís Magalhães tiveram uma altercação durante o jogo.

O árbitro deu a indicação de que se a contestação de ambos continuasse existiriam penalizações e os ânimos acalmaram. Ainda assim, no final do encontro, Carlos Lisboa zangou-se com o facto de Magalhães ter recusado apertar-lhe a mão.

"É fundamental que haja respeito. É um intérprete habitual nestas coisas, lembro-me que fez gestos obscenos quando ganhou um título diante do FC Porto. Estar em grandes clubes implica saber estar no desporto. Não apertei a mão ao Carlos Lisboa porque não sou hipócrita", comentou Luís Magalhães.

Lisboa foi mais áspero quando foi questionado sobre o incidente: "Não tenho de fazer comentários ao que outras pessoas dizem sobre mim. O que digo e assumo é que gosto mais de ganhar do que perder. Ainda assim, respeito sempre quem perde.".