Chloe Dygert operada após violenta queda no contrarrelógio

Chloe Dygert operada após violenta queda no contrarrelógio
Redação com Lusa

Tópicos

A ciclista norte-americana foi operada à perna esquerda, após uma violenta queda no contrarrelógio dos Mundiais.

A ciclista norte-americana Chloé Dygert foi operada à perna esquerda, após uma violenta queda no contrarrelógio dos Mundiais de ciclismo, em Monza, em Itália, anunciou a federação norte-americana (USA Cycling).

Em comunicado, a USA Cycling disse que Dygert, que defendia o título mundial de contrarrelógio na quinta-feira, sofreu uma laceração na perna esquerda.

Depois de passar no primeiro ponto intermédio do 'crono' com larga vantagem sobre as adversário, Dygert, de 23 anos, perdeu o controlo da bicicleta, chocou com um "rail" de proteção rodoviária e acabou por cair por uma ribanceira.

"Estamos aliviados por este acidente não ter sido tão mau como podia ter sido. (...) Com a determinação da Chloe, sabemos que ela estará a correr novamente antes de nada. Para já, queremos que ela se foque na recuperação.

Kristin Armstrong, treinadora de Dygert, acredita que a jovem ciclista vai voltar mais forte após esta queda, como já fez noutras situações no passado.

A holandesa Anna van der Breggen sagrou-se na quinta-feira campeã mundial de contrarrelógio, no primeiro dia dos Mundiais de ciclismo de estrada em Imola, Itália.

A campeã europeia de "crono", e recente vencedora da Volta a Itália, dominou a prova de 31,7 quilómetros ao terminar com um tempo de 40.20 minutos, 15 segundos a menos do que a suíça ​​​​​​​Marlen Reusser, em segundo, e 31 para a terceira, a campeã do mundo em 2013 Ellen van Dijk (Países Baixos).