Jogador do Burinhosa denuncia insultos racistas: "Gritaram 'macaco'"

Jogador do Burinhosa denuncia insultos racistas: "Gritaram 'macaco'"

Ciro, jogador brasileiro do Burinhosa, alega ter sido vítima de racismo.

Ciro, jogador da equipa de futsal do Burinhosa, recorreu às redes sociais para publicar uma nota de repúdio, em que alega ter sido alvo de insultos racistas por parte dos adeptos do Modicus no jogo entre as duas equipas no sábado, referente à Taça de Portugal e que a formação de Sandim venceu por 4-1.

"Venho manifestar a minha tristeza e indignação sobre o ocorrido hoje no jogo entre Burinhosa e Modicus no Pavilhão de Sandim para a Taça de Portugal, onde, prestes a completar 12 anos no país como cidadão português, passei pelo cenário de racismo, onde a torcida da equipa adversária se manifestava e gritava de forma desrespeitosa e preconceituosa com xingamentos de macaco na minha direção no final do jogo", pode ler-se na nota publicada por Ciro, que condena a inércia das autoridades:

"As autoridades competentes nada fizeram, ignorando a total falta de respeito. O racismo é crime e o meu profissionalismo não interfere na minha cor, raça ou nacionalidade. Respeito é o que qualquer pessoa merece", rematou o futsalista do Burinhosa, na sua página do Facebook.