Sporting para a próxima temporada: os cortes e quem faz parte do plantel

Sporting para a próxima temporada: os cortes e quem faz parte do plantel

Na próxima época, os leões já não contam com Caio nem cm Raul Marin, mas continuam a ter 12 jogadores, apesar de o orçamento ter de baixar. Dois jogadores emprestados são reforços.

O Sporting tem a equipa para 2020/21 definida e um plano para fazer frente à crise, procedendo a cortes que baixam a massa salarial.

Durante o período em que muitas empresas recorreram a lay-off, em pleno cenário de pandemia, o Sporting avançou com cortes salariais na ordem dos 30 por cento referentes aos meses de abril, maio e junho, devendo avançar com revisões contratuais que baixem o peso dos salários no seu orçamento.

Desde 2014, que o Sporting tem investido muito na sua equipa de hóquei em patins, contratando grandes figuras do hóquei nacional e mundial, mas não será assim no que diz respeito a 2020/21 . Com as saídas de Raul Marin (este duas épocas em Alvalade e agora regressa ao Reus) e Caio (transfere-se para os italianos do Trissino), chegam os emprestados Alvarinho e Gonçalo Nunes, ambos a jogar em Barcelos em 2019/20.

A época 2019/20, foi cancelada, devido à pandemia, numa altura em que o Sporting ocupava o segundo lugar. Na Europa, defendia o título, mas tinha um jogo por cumprir na fase de grupos da Liga Europeia, já sem hipóteses de chegar aos quartos de final.

Conheça o plantel do Sporting 2020/21:

Ferran Font, avançado, 23 anos

- O jogador ingressou no Sporting em 2016/17, proveniente do Vic, chegando a Alvalade com rótulo de grande promessa. Forte nas bolas paradas e peça chave no ataque leonino, ajudou a conquistar o título nacional em 2017/18 e o título europeu em 2018/19. Em 2018, foi determinante no título europeu ganho pela Espanha de Alejandro Domínguez, numa final em que fez dois golos a Portugal.

Telmo Pinto, defesa-médio, 27 anos

- Depois da formação no FC Porto, o médio mudou-se para Valongo, em 2012/13, para no ano seguinte se sagrar campeão nacional. Esteve três anos neste clube até, em 2015/16, ter regressado ao Dragão, onde ficou quatro épocas e onde foi duas vezes campeão nacional, ganhando ainda três Supertaças e três Taças de Portugal. Em 2019, fez parte da Seleção Nacional que conquistou o título mundial nos WRG de Barcelona. Foi reforço do Sporting em 2019/20, temporada que não chegou ao fim.

Pedro Gil, avançado, 40 anos

- O jogador espanhol tem um dos currículos mais valiosos do mundo do hóquei em patins. Por todos os clubes onde passou ganhou títulos, tendo sido vários anos capitão da seleção do seu país. É jogador do Sporting desde 2016/17, sagrando-se campeão nacional e europeu pelos leões, que o ajudaram a somar 41 títulos em mais de duas décadas de carreira. No palmarés conta clubes como Noia, Tenerife, Infante Sagres, FC Porto (foi um dos jogadores do deca), Reus, Valdagno e Forte dei Marmi. Como principais conquistas tem: oito títulos nacionais, quatro Supertaças, duas Taças de Portugal, um título italiano e uma Supertaça de Itália, uma Taça do Rei, seis Mundais e sete Europeus por Espanha, um Mundial de clubes, duas Ligas Europeias, uma Taça CERS, uma Taça Continental e três Taças das Nações.

Alessandro Verona, avançado, 24 anos

- Natural de Forte dei Marmi, o jovem avançado, começou a carreira no clube da sua cidade, mudando-se depois para o Lodi, onde foi bicampeão de Itália. Em 2019/20, foi reforço do Sporting, chegando a tempo de conquistar uma taça Continental. Em Itália, foi quatro vezes campeão e venceu quatro Supertaças e uma Taça de Itália.

Matias Platero, defesa-médio, 31 anos

- Reforço do Sporting em 2017/18, o argentino chegou à Europa, vindo do Concepción, para, em 2007/08, jogar no Reus. Ficou no emblema catalão uma época, regressando a casa mais três épocas. Em 2010/11, o Lodi contratou-o e, em 2013/14, mudou-se uma época para o Valdagno, voltando a ingressar no Reus, onde foi campeão europeu (2016/07). Conquistou, de novo, este título, em Alvalade (2018/19), onde também foi campeão nacional (2017/18). Em 2015, foi campeão mundial pela Argentina.

João Souto, avançado, 27 anos

-Começou a patinar no Fânzeres, mas a formação fê-la quase toda no FC Porto (2004/05 - 2010/11). Em 2011/12, foi para o Valongo, onde esteve quatro temporadas e onde se sagrou campeão nacional. Depois disso foi pretendido pelos leões, mas entre 2015/16 e 2017/18 representou a Oliveirense. Regressou ao Valongo, ficando mais perto de casa para poder terminar o curso de medicina. Passou pelo Turquel em 2018/19, mas na última época acabou mesmo por se transferir para Alvalade. Entre outros troféus, tem um título nacional, uma Supertaça, duas Taças Continentais e uma Taça das Nações.

Toni Pérez, avançado, 30 anos

-Está há três épocas no Sporting e, em Alvalade, conquistou alguns dos títulos mais importantes do seu palmarés: foi campeão nacional, europeu e conquistou uma Taça Continental. Oviedo, Cerceda, Alcoy e Liceo foram os clubes por onde passou o asturiano, que na Corunha foi campeão de Espanha, em 2012/13, e campeão europeu, em 2011/12.

André Girão, guarda-redes, 30 anos

- O jogador que é considerado o melhor guarda-redes português da atualidade, tendo sido a principal estrela do Mundial de 2019 que deu o título a Portugal, tem um percurso semelhante ao de João Souto e Telmo Pinto. Girão, que se iniciou no Vigorosa, fez a formação no FC Porto (1997/98 a 2006/07). Passou por Gulpilhares e Académica de Espinho para, em 2012/13, se mudar para o Valongo. no ano seguinte foi campeão nacional e o Sporting contratou-o, ganhando a corrida ao FC Porto. É um dos jogadores chave dos leões e, além de um título mundial e europeu pela Seleção Nacional, tem dois títulos nacionais, uma Supertaça, uma Liga Europeia, uma Taça CERS e uma Taça Continental.

José Diogo, guarda-redes, 26 anos

- É o único jogador formado no Sporting. O guarda-redes suplente de André Girão, só representou os leões em toda a sua carreira e conta uma Taça de Portugal, um título nacional na equipa principal, um pela equipa sub-20 e dois pela equipa sub-13. Na Europa, foi campeão, ganhou uma Taça CERS e uma Taça Continental, tendo sido ainda campeão europeu sub-20.

Gonzalo Romero, avançado, 27 anos

- Há duas épocas no Spofting, chegou a Alvalade depois de ter sido uma das armas no ataque do Forte dei Marmi. Estava no Social San Juan, quando, em 2012/13, passou pelo Novara, voltando à Argentina para jogar no Zapata até 2015. Na Argentina, foi duas vezes campeão e, em Itália, ganhou uma Taça. No Sporting foi campeão europeu e ganhou uma Taça Continental.

Alvarinho, avançado, 24 anos

-Formado no FC Porto, também teve passagem por Valongo (2011/12 a 2013/14) e, apesar de ser sub-20 chegou a fazer parte da equipa principal que foi campeã em 2013/14. Depois disso, o FC Porto contratou-o, mas acabou por o emprestar ao Barcelos. por uma temporada, antes de o fazer voltar ao Dragão. No final de 2017/18, desvinculou-se dos azuis e brancos e o Sporting segurou o jogador, mas para o emprestar, novamente, ao Barcelos. Em 2020/21, é reforço dos leões, levando no currículo um título nacional, duas Supertaças, duas Taças de Portugal e uma taça CERS. Por Portugal, foi campeão mundial e europeu sub-20.

Gonçalo Nunes, defesa-médio, 21 anos

-É reforço do Sporting para 2020/21, depois de ter estado emprestado pelos leões desde 2016/17. Formado no Paço de Arcos (2007/08 a 2011/12), passou pelo Sporting como sub-17, mas depois continuou a formação no Benfica. O Sporting resgatou-o ainda júnior para o emprestar aos espanhóis do Alcobendas (2016/17), Paço de Arcos (2017/18) e Barcelos (2018/19 e 2019/20). No currículo, o título mais relevante é o mundial sub-20.