"Miguel Oliveira competiu em grande sofrimento, é um verdadeiro senhor"

"Miguel Oliveira competiu em grande sofrimento, é um verdadeiro senhor"

Piloto português é operado este domingo ao ombro direito.

Miguel Oliveira não escapa à operação depois da lesão sofrida nos ligamentos do ombro direito, no GP da Grã-Bretanha, em Silverstone e, por esse motivo, falhou o GP da Malásia, este domingo, e não marcará presença na derradeira prova do Mundial de MotoGP, em Espanha.

Contudo, o esforço do piloto português foi enaltecido por Hervé Poncharal, chefe da KTM Tech3, que destacou a vontade de Oliveira de competir, mesmo "em grande sofrimento".

"Ele vai ser operado hoje [domingo] na Europa [em Innsbruck, na Áustria] ao ombro direito, que lesionou em Silverstone num acidente. Queremos que tudo corra bem. Foi a melhor solução e sabemos que estará totalmente recuperado num período máximo de dois meses. Por isso, vai falhar Valência, mas estará absolutamente pronto para os primeiros testes, que é o principal", começou por referir Poncharal, prosseguindo:

"Quero agradecer-lhe [a Miguel Oliveira], porque desde Silverstone que ele tem competido em grande sofrimento, mas nunca desistiu. Ele não queria falar muito sobre isso, mas eu sabia que ele sentia muita dor, o que é sempre uma dificuldade. O Miguel é um verdadeiro senhor, um corredor de MotoGP realmente rápido. A época de 'rookie' não foi fácil, mas ele mostrou velocidade e grande compromisso. Mal posso esperar por vê-lo voltar à moto em plena forma", rematou.