Kikas e Vasco Ribeiro garantem presença nos quartos de final na Ericeira

Kikas e Vasco Ribeiro garantem presença nos quartos de final na Ericeira
Redação com Lusa

O ​​​​​​​MEO Portugal Cup Surfing, que se segue a uma prova semelhante disputada na semana passada em França, não pontua para qualquer competição e tem como principal objetivo proporcionar momentos de competição aos atletas.

Os surfistas portugueses Frederico Morais (Kikas) e Vasco Ribeiro venceram hoje as suas baterias na ronda de eliminação do MEO Cup of Surfing, assegurando um lugar nos quartos de final da prova que decorre na Praia de Ribeira d'Ilhas.

Na primeira bateria da repescagem desta prova especial da Liga Mundial de Surf (WSL), Vasco Ribeiro (14,57 pontos em 20 possíveis) ganhou ao brasileiro Jadson André (13,87), que integra a elite do surf mundial, conquistando uma vaga na próxima fase da competição.

"É ótimo estar de volta a Ribeira d'Ilhas para competir numa prova da WSL, e, depois do quinto lugar em França, só me apetece fazer melhor aqui na Ericeira", lançou aos jornalistas o tetracampeão nacional de surf, antecipando "ondas muito boas" para quinta-feira, na Ericeira, naquele que poderá ser o dia final da prova.

Na quarta e última bateria da ronda de eliminação, que contava com um embate entre atletas portugueses, foi Kikas (11,67) a levar a melhor sobre o jovem Afonso Antunes (7,43) e a avançar para os quartos de final, num duelo que terminou praticamente já de noite.

"Foi um bom "heat', com algum nervosismo ao início. Fiquei à espera de ondas com maior potencial, enquanto o Afonso fez algumas ondas com notas baixas. Depois, consegui fazer os "scores' e passei, que é o mais importante", realçou o único português que surfa no principal circuito da WSL.

Além de Afonso Antunes, jovem de 17 anos que lidera o "ranking' do campeonato nacional de surf, seguido de perto, precisamente, por Vasco Ribeiro e Frederico Morais, também ficou outro português pelo caminho: Henrique Pyrrait (10,93), local da Ericeira, foi eliminado pelo italiano Leonardo Fioravanti (12,50), que também é atleta do circuito mundial, no segundo "heat' da repescagem.

Na terceira bateria, a única que não contou com atletas portugueses, foi Kanoa Igarashi (14), que também pertence à elite mundial do surf, a seguir em frente, impondo a "lei do mais forte' sobre o francês Gatien Delahaye (11,50).

Nos "quartos', Vasco Ribeiro enfrenta o marroquino Ramzi Boukhiam, enquanto Kikas encara o espanhol Aritz Aranburu, na primeira e na quarta baterias, respetivamente.

No segundo "heat', é o campeão do mundo Ítalo Ferreira, do Brasil, a competir contra o italiano Fioravanti, e no terceiro vai haver um confronto entre o francês Maxime Huscenot e o japonês Igarashi.

O ​​​​​​​MEO Portugal Cup Surfing, que se segue a uma prova semelhante disputada na semana passada em França, não pontua para qualquer competição e tem como principal objetivo proporcionar momentos de competição aos atletas, depois de os circuitos de 2020 da WSL terem sido cancelados por causa da pandemia de covid-19.