Esqui: Vanina Guerillot lesiona-se e não acaba slalom gigante em Lausana

Esqui: Vanina Guerillot lesiona-se e não acaba slalom gigante em Lausana

Atleta portuguesa de 17 anos participa no Jogos Olímpicos da Juventude de inverno

A esquiadora Vanina de Oliveira Guerillot falhou uma porta na primeira manga do slalom gigante, nos Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno Lausana'2020, e não terminou a prova. No final da descida, a atleta lusa, de 17 anos, queixava-se de dores num joelho e vai ser observada pela equipa médica da Aldeia Olímpica, durante a tarde, embora o chefe de missão acredite que possa ser apenas resultado "do esticão" e o problema se resolva com descanso na segunda-feira, dia em que a representante portuguesa não tem prova.

Segundo Pedro Farromba, Vanina Guerillot "está triste, depois de dois dias a sair da pista 2, mas frisa ter a vontade de dar o seu melhor na última disciplina em que está inscrita, na terça-feira. "Ela vai ficar a descansar para estar em condições para o slalom, a prova de que ela mais gosta", realça o chefe de missão, em declarações à agência Lusa.

Parca em palavras, a atleta nascida e residente em França, com dupla nacionalidade desde bebé, sublinha o desejo de representar o melhor possível as cores nacionais na competição realizada na pista Les Diablerets, na Suíça. "O meu objetivo é conseguir esquiar bem, divertir-me a fazê-lo e representar bem Portugal", disse Guerillot à Lusa.

O chefe de missão, Pedro Farromba, sublinha que a esquiadora portuguesa, que partiu com o dorsal 39, estava a tentar fazer um bom tempo durante a primeira manga, enquanto a pista está à sombra, para estar entre as trinta primeiras a competir na segunda manga, enquanto o tapete estivesse menos pisado.

"A Vanina saiu mais ou menos a meio e estava a tentar fazer uma boa qualificação. Estava a tentar ficar nas trinta primeiras posições, para à tarde entrar mais cedo. Esta é uma pista rápida normal e estas situações acontecem", salienta o representante da comitiva lusa. Com 79 participantes, foram 20 as atletas que não concluíram a primeira de duas mangas da prova de slalom gigante, em que a melhor foi a finlandesa Rosa Pohjolainen, seguida da sueca Hanna Elfman e da francesa Caitlin McFarlane.

Durante a competição, uma das atletas teve de ser retirada do local de helicóptero, depois de ter caído e batido com a cabeça. No sábado, Vanina de Oliveira Guerillot caiu no slalom combinado e não chegou ao fim, enquanto na sexta-feira conseguiu uma boa prestação, ao chegar na 28.ª posição no Super G, entre 62 atletas inscritas.

A representação portuguesa, com dois atletas em esqui alpino, conta ainda com o covilhanense Manuel Ramos, também de 17 anos, que entra em ação na segunda-feira, na prova de slalom gigante, aquela em que se sente "mais à vontade", e na terça-feira encerra a participação na competição de slalom.

Os Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno, que se disputam na Suíça, entre 09 e 22 de janeiro, destinam-se a atletas entre os 15 e os 18 anos.