José de Sousa está nos 32 melhores do mundo e quer ter um corpo melhor que o CR7

José de Sousa está nos 32 melhores do mundo e quer ter um corpo melhor que o CR7
Rodrigo Cortez

Tópicos

Esta noite defronta dois ingleses e um espanhol no circuito mundial

Está entre os 32 melhores do mundo e joga na noite desta segunda-feira para passar aos quartos-de-final de uma das principais competições da modalidade. José de Sousa, 46 anos, ainda vai a tempo de ser um ídolo no desporto nacional. Essa, pelo menos, é a sua meta.

"Gosto de pensar que posso vir a ser o maior desportista português. E talvez até possa vir a ter um corpo melhor do que o Cristiano Ronaldo", afirma, com humor, ao jornal inglês "The Sun", que está a acompanhar a PDC Home Tour de 2020, prova do circuito mundial de dardos que está a ser realizada com cada atleta a competir no interior da sua própria casa.

No grupo 7 dos 32 avos de final, José de Sousa compete esta segunda-feira à noite frente ao espanhol Noguera e aos ingleses Aspinall e Hughes. Só um dos quatro segue para os quartos-de-final da competição.

"É um grupo difícil para mim, mas se jogar outra vez ao mesmo nível posso passar", diz, referindo-se aos encontros anteriores desta prova.

"Quem sabe se um dia o Cristiano Ronaldo vem ver-me competir. Talvez quando ele deixar de jogar, daqui a uns anos, o desporto português seja todo à volta de José de Sousa. Espero que sim", diz, ele que no circuito, por ser o único luso, está sempre a ser comparado ao CR7.