Tóquio'2020: Catarina Costa, Rui Bragança e João Almeida são esperanças na estreia do andebol

Tóquio'2020: Catarina Costa, Rui Bragança e João Almeida são esperanças na estreia do andebol

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 abriram oficialmente na sexta-feira, com a Cerimónia de Abertura, e prolongam-se até ao dia 8 de agosto.

A judoca Catarina Costa, o lutador Rui Bragança e o ciclista João Almeida alimentam as esperanças portuguesas para o primeiro dia de competições dos Jogos Olímpicos Tóquio'2020, que inclui a estreia no andebol e em modalidades coletivas de pavilhão.

Catarina Costa, sétima cabeça de série na categoria -48 kg, vai enfrentar, no Nippon Budokan, a azeri Aisha Gurbanli, 34.ª do "ranking" mundial, na primeira ronda, no oitavo combate no segundo tatami da sessão que começa às 11:00 locais (03:00 em Lisboa).

O caminho direto para a final obriga a três combates, tendo como possíveis adversárias a ucraniana e antiga sportinguista Daria Bilodid, segunda da hierarquia, nos quartos de final, podendo apenas encontrar a kosovar Distria Krasniqi, primeira favorita, no embate decisivo.

Menos afortunado parece ter sido Rui Bragança, nono favorito, no sorteio da competição de -58 kg de taekwondo, enfrentando, no primeiro combate, equivalente aos oitavos de final, às 11:24 (02:24) o espanhol Adrian Vicente Yunta, que está um lugar acima na hierarquia.

Caso avance para os quartos, o vimaranense pode encontrar, logo nessa ronda, no Makuhari Messe Hall A, o coreano Jang Jun, atual campeão do mundo e líder do "ranking" da categoria.

Pelas 11:00 (03:00), começam a pedalar Nelson Oliveira e João Almeida, representantes lusos no ciclismo de estrada, saindo do Parque Musashinonomori para os 234 quilómetros da prova de fundo, até à pista de Fuji.

Almeida, sexto classificado da Volta a Itália deste ano, é dos lusos o que tem características que mais se adaptam ao percurso ondulado.

O traçado inclui passagens montanhosas em Doushi Road, no Fuji Sanroku, junto ao monte com o mesmo nome, a principal dificuldade da prova, e no Mikuni Pass, com percentagens de inclinação média acima dos 10%, terminando depois com um circuito até à meta final, em plena pista.

Se João Almeida é estreante em Jogos aos 22 anos, Nelson Oliveira vai para os terceiros, depois de abandonar no Rio'2016 e de ser 69.º em Londres'2012. A dupla voltará a competir na quarta-feira, no contrarrelógio, em que Oliveira foi sétimo em 2016.

O primeiro dia de competições de Tóquio'2020 marca a estreia absoluta de Portugal em torneios olímpicos de modalidades coletivas de pavilhão, no andebol, com o embate frente ao Egito, marcado para as 19:30 (11:30).

O conjunto orientado por Paulo Jorge Pereira, desfalcado do lateral Alexandre Cavalcanti, e ainda sem Gilberto Duarte, defende o estatuto alcançado nas últimas edições de Europeu e Mundial, em que conseguiu as melhores classificações de sempre, com os sexto e 10.º lugares, respetivamente.

A primeira página deste capítulo da história do andebol nacional é frente ao atual campeão africano, com quem tem um histórico negativo, com um empate e uma derrota.

Igualmente estreante, o tenista Pedro Sousa joga a primeira ronda do quadro de singulares frente ao espanhol Alejandro Davidovich Fokina, 16.º favorito, no primeiro encontro do "court" 2 do Ariake Ténis Park, às 11:00 (3:00), antes de se juntar a João Sousa e defrontar, em pares, os anfitriões Ben McLachlan e Kei Nishikori, no quarto jogo da sessão que arranca às 11:00 (03:00).

Maria Caetano, Rodrigo Torres e João Miguel Torrão iniciam as competições equestres, na disciplina de ensino, com o primeiro dos dois dias de qualificação, enquanto o nadador José Paulo Lopes vai estrear-se na piscina olímpica, nas eliminatórias dos 400 metros estilos, às 19:02 (11:02), prova para a qual foi repescado com mínimo B.

Antes, só mesmo os remadores Pedro Fraga e Afonso Costa, que vão ser os primeiros portugueses a competir em Tóquio'2020, a partir das 10:50 (02:50), na primeira das três regatas da primeira eliminatória.

Fraga, que enfrenta os terceiros Jogos, e o estreante Afonso Costa tentam, na pista dois, ficar nos dois primeiros lugares entre as seis tripulações em double-scull peso ligeiro.

As embarcações de Itália e Alemanha, medalhas de prata e bronze nos últimos mundiais, em 2019, respetivamente, são os principais adversários numa regata que conta ainda com formações de Uzbequistão, Tailândia e Venezuela. Caso não consigam um lugar entre os dois primeiros, são relegados para a repescagem, marcada para domingo.

Durante a tarde, começa a participação lusa nos torneios individuais de ténis de mesa, com os embates da primeira ronda de Shao Jieni, às 15:45 (07:45), frente à sueca Christina Källberg, e de Tiago Apolónia, às 21:45 (13:45), perante o nigeriano Olajide Omotayo.

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 abriram oficialmente na sexta-feira, com a Cerimónia de Abertura, e prolongam-se até ao dia 8 de agosto.