Exclusivo O pior do que se retira das contas portitas é o "buraco" da tesouraria

O pior do que se retira das contas portitas é o "buraco" da tesouraria
Jaime Cancella de Abreu

A JOGAR FORA - Um artigo de opinião de Jaime Cancella de Abreu.

1 A minha formação de gestor impede-me de entrar nos tradicionais chorrilhos de asneiras que se dizem a propósito dos passivos dos clubes - como se fosse possível perorar sobre um passivo sem olhar para o lado esquerdo do mesmo mapa contabilístico, isto é, para o ativo.

Simplificando: a saúde económica de uma empresa não se mede pela dimensão do passivo, mas pela diferença entre o ativo (aquilo que a empresa possui ou lhe devem) e o passivo (aquilo que deve a terceiros).