Exclusivo O labirinto de Otávio

José Manuel Ribeiro

Tópicos

O novo mundo: renovações impossíveis e empresários que já não sentem qualquer necessidade de respeitarem os clubes.

O episódio do ou dos prémios de assinatura de Otávio (o relatório e contas do FC Porto não especifica) compôs a noite da CMTV, mas só tem dois significados.

O primeiro é que FC Porto chegou a um ponto do seu encurralamento entre as contas frágeis e a UEFA em que não foi capaz de renovar com um jogador fundamental (desportiva e/ou financeiramente) sem uma manobra contabilística.