Exclusivo As equipas só têm um problema e chama-se futebol

As equipas só têm um problema e chama-se futebol
Luís Freitas Lobo

Tópicos

É preciso existir um critério coletivo adequado para a individualidade.

1 - Para se ver um jogador de verdade é preciso saber explorá-lo e sentir onde ele se distingue dos demais. O diferente nível de rendimento do Bruno Fernandes de Manchester e o da Seleção quase se tornou um enigma. Por isso, o jogo no Azerbaijão, descontando o valor do adversário, foi como uma descoberta do mais básico.

Ou seja, é preciso existir um critério coletivo adequado para a individualidade poder fazer sempre o máximo que se espera (e até, talvez mais importante, ter margem de manobra para fazer o inesperado e, nessa soma, marcar a diferença no jogo). Bruno Fernandes só pode expressar esse seu futebol se tornado protagonista da equipa.