Exclusivo Os salteadores da arca ofensiva perdida

Os salteadores da arca ofensiva perdida
Luís Freitas Lobo

Tópicos

PLANETA DO FUTEBOL - Opinião de Luís Freitas Lobo

1 - Talvez os jogos seguintes marquem uma nova sensação (o antes e depois da vitória ou derrota), mas a impaciência do futebol sufoca a maioria das equipas (treinadores e jogadores) e é o que mais confunde quem o analisa.

De uma jornada para a outra, a sensação de aura europeia de FC Porto e Benfica inverteu-se. Nem Conceição, nem Jesus, no entanto, mudaram. Devemos, mais do que discursos de fim de jogo, analisar como jogam as equipas. É a única forma de falar do que, verdadeiramente, importa no futebol.

2 - O FC Porto falhou taticamente contra o Liverpool, em nome da identidade (mesmo sem o seu B.I. de Pepe) do 4x4x2 que amordaçara o Atlético de Madrid. O problema é que, se concordamos em dizer que não existem dois jogos iguais, acho que a nível internacional posso acrescentar que nem existem dois jogos parecidos. Era jogo para outro sistema.